Plástica e Mamografia

Plástica e mamografia são assuntos que se referem aos seios, com funções bem diferentes, mas que podem se complementar  nos mais inusitados casos. A mamografia é recomendada pelos médicos para prevenir surpresas desagradáveis com um tumor, mas pesquisas revelam que os exames realizados apresentam altos índices de erro.

Tanto pode-se diagnosticar um tumor inexistente, que leva a paciente a depressão e realização de exames desnecessários até que se descubra o engano, como pode-se não diagnosticar a existência do tumor, o que se revela ainda mais perigoso, pois isso pode ser fatal. A plástica para redução ou aumento da mama é o sonho de consumo de muitas mulheres e em alguns situações foram diagnosticados tumores mamários no momento da realização de uma plástica nos seios. Obviamente a cirurgia é cancelada e a paciente é encaminhada para exames e tratamentos do tumor, dessa forma tendo a possibilidade de curar-se e realizar a cirurgia posteriormente.

A vaidade feminina é uma questão frequentemente colocada em discussão. Ao mesmo tempo que a sociedade e a mídia vendem um padrão de beleza muito dificil de ser atingido, muitas mulheres que investem em plásticas e próteses de silicone atrás de uma boa estética são criticadas. Veja que, como citamos antes, em alguns casos a vaidade foi uma ferramenta que salvou vidas, já que a mamografia é um exame que está sendo amplamente questionado pela classe médica. Não estamos aqui defendendo a prótese mamária como recurso para diagnosticar tumores, queremos sim alertar as mulheres para que tomem cuidado com as mamografias e procurem por clínicas reconhecidas neste setor, com profissionais experientes em diagnósticos, já que os próprios profissionais que atuam nesta área reconhecem que interpretar uma mamografia não é tarefa simples. Existem muitos aspectos a serem considerados, inclusive um erro simples como a posição da mama no momento da realização da mamografia, pode comprometer o diagnóstico.

Plástica e Mamografia

Mamografia

A mamografia é um recurso importante a disposição dos médicos e das mulheres, mas não devemos esquecer de fazer o exame de toque que é simples e ao ser repetido pode nos acusar pequenos nódulos ou alterações no formato do seio, bem como perceber sensações de dores antes inexistentes. Cancer de mama tem cura, e quanto antes for diagnosticado, melhor. Caso a mamografia acuse o tumor e seja necessário retirar o seio, é possível reconstrui-lo com uma plástica de mama, portanto a plástica não é um recurso usado somente para alimentar a vaidade feminina, ela pode reconstruir uma mama, e assim reconstruir a auto-estima de uma mulher, e sabe-se que a auto-estima é importante especialmente em situações de retirada do seio pois as mulheres se sentem “mutiladas”. Assim como a mamografia pode detectar um tumor, a plástica pode reconstruir uma mama ou ainda diagnosticar um tumor que a mamografia não acusou, portanto ambas estão aí a serviço da saúde da mulher.